Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / Notícias / Câmara promove palestra sobre “Febre Amarela”

Câmara promove palestra sobre “Febre Amarela”

por Oswaldo Luiz última modificação 21/03/2018 09h19
O objetivo foi discutir os avanços sobre a prevenção da doença no município

A Câmara de Angra dos Reis, por meio da vereadora Titi Brasil e do vereador Canindé do Social, realizou uma reunião no Plenário Presidente Benedito Adelino para tratar do tema: “Febre Amarela”. Para passar as informações, foi convidado o diretor de Saúde Coletiva do HGJ, Dr. Eliezer Júnior, que deu dicas de prevenção e falou sobre a estratégia que o governo tem adotado para vencer a doença na cidade.

  Durante sua palestra, Dr. Eliezer ressaltou que a principal forma de prevenção da doença é a vacinação. Ele lembrou que quem não pode tomar a vacina por motivo de doença autoimune deve procurar um médico para confirmar se realmente existe restrição.  Sobre a atualização dos registros de casos da doença em Angra, o diretor disse que não há novos casos confirmados.

- Hoje não tem ninguém internado no município com registro da doença, mas é importante lembrar que antes da confirmação por exames todo caso de febre com paciente vindo da Ilha Grande é tratado como Febre Amarela. Nesta situação temos cinco pacientes esperando resultado dos exames em casa. – esclareceu Dr. Eliezer.

  O vereador Canindé do Social, presidente da Comissão de Saúde, expôs sua preocupação a respeito do número de pessoas que decidiram não tomar a vacina no município.

- Estou preocupado com a adesão da população a respeito da vacina, porque boa parte das pessoas ainda não procuraram as unidades de saúde para se imunizar contra a doença.

  A vereadora Titi Brasil disse que Angra é uma cidade turística e que, por isso, deve construir uma estratégia para evitar maiores problemas no futuro.

- No turismo não dá para trabalhar sem planejamento. O que estamos fazendo aqui hoje é exatamente o planejamento para a próxima temporada, uma vez que sabemos que este problema não acabará da noite para o dia e o principal fator é conscientizar a população sobre a importância da vacina. – disse Titi Brasil.

 A vereadora Luciana Valverde lembrou que o índice de morte de pessoas que contraíram a doença é maior que aqueles que tomaram a vacina.

 ⁃ É muito importante que a população se esclareça sobre a necessidade de tomar a vacina. Muitas vezes, as pessoas deixam de se vacinar por pensar que a vacina faz mal à saúde. Mesmo em casos de alergia é muito importante ir ao médico para confirmar se realmente não poderá ser vacinado. – disse a vereadora.

 A vereadora Jane Veiga comentou sobre o papel da Câmara em esclarecer para a população que os macacos não transmitem a doença e que eles também são vítimas do mosquito transmissor.

 - É importante lembrar que os macacos não transmitem a doença e que matá-los não vai resolver o problema.  – finalizou Jane Veiga.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.