Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / Notícias / Câmara realiza evento alusivo ao Agosto Dourado

Câmara realiza evento alusivo ao Agosto Dourado

por Ludmila última modificação 02/08/2017 16h49
Evento contou com a presença de autoridades e médicos ligados ao setor de aleitamento materno

A Câmara Municipal, por meio da vereadora Luciana Valverde, realizou nesta quarta-feira, dia 2, um evento alusivo ao Agosto Dourado, que foi criado para incentivar o aleitamento materno.

O Agosto Dourado foi sancionado, pelo Congresso Nacional, recentemente, por meio de uma lei que diz que no mês de agosto devem ser realizadas diversas ações de conscientização e esclarecimento a respeito da importância do aleitamento materno. Estas ações são intensificadas todos os anos pela Câmara de Vereadores, por meio de palestras, ações em espaços públicos, além de decorações com a cor dourada para lembrar a campanha.

A intenção é reforçar que o ato de amamentar traz benefícios, tanto para a mãe quanto para o bebê, e que estes benefícios perduram até a vida adulta da criança, reduzindo riscos de muitas doenças.

A vereadora Luciana Valverde lembrou que em Angra o projeto de lei do Agosto Dourado foi criado pelo ex-vereador Jorge Eduardo e que ela pretende dar continuidade a esta campanha.

- Na época eu era secretária e ajudei a desenvolvê-lo, por entender a importância do aleitamento materno, porque cria um elo entre a mãe e criança – disse a vereadora Luciana Valverde.

A vereadora Titi Brasil falou sobre a importância do contato entre mãe e filho que só o aleitamento materno é capaz de criar.

- A amamentação é um ato único entre mãe e filho e o Agosto Dourado é uma forma de esclarecer esta importância para a população – disse a vereadora Titi Brasil.

A responsável pela área técnica das linhas de saúde da criança e aleitamento materno no município, Drª Claúdia Lemos lembrou que o foco da campanha este ano é o trabalho conjunto.

- Este ano o tema da campanha é “Trabalhando juntos pela amamentação, sem conflitos de interesse”, por isso a importância do trabalho conjunto entre autoridades do município – disse a Drª Claúdia Lemos.

A representante da Secretaria Executiva da Rede Brasileira de Banco de Leite, Drª Silvia Braña Lopez comentou sobre a atenção mãe x bebê do município.

- O Estado do Rio de Janeiro conta com um projeto de atendimento e acolhimento de mulheres com dificuldade de amamentação para orientar mães que possam ter problema ao amamentar. Este trabalho é feito por meio da valorização e apoio à mulher que é a protagonista deste processo. Por isso o tema “nós não podemos fazer por você, mas podemos fazer junto com você” – disse a Drª Silvia.

É importante ressaltar que a amamentação é uma forma de assegurar que nossas crianças serão saudáveis no futuro. Existe uma meta para que em todo o mundo, até 2025, pelo menos 50% dos lactentes recebam o aleitamento materno. No entanto, para isso acontecer é necessário que haja um esforço conjunto de mulheres, homens, enfim de toda a sociedade.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.