Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / Notícias / LEGISLATIVO UNE FORÇAS PARA CONTORNAR DEMISSÕES NO BRASFELS

LEGISLATIVO UNE FORÇAS PARA CONTORNAR DEMISSÕES NO BRASFELS

por Maximiliano Moreira Rodrigues última modificação 04/02/2016 14h19

O presidente da Câmara Municipal de Angra dos Reis, Marco Aurélio Vargas, e o vereador Eduardo Godinho, que preside a Comissão Temporária Sobre a Situação do Setor Naval do Legislativo,  participaram na manhã desta quarta-feira, 3 de fevereiro, junto de representantes do Executivo Municipal e do Sindicato dos Metalúrgicos, de uma reunião na sede da Keppel Fels Brasil, no Rio de Janeiro. Em pauta a demissão de centenas de trabalhadores metalúrgicos que ocorreram nesta semana, no Estaleiro Brasfels.

Segundo o vereador Marco Aurélio Vargas, os representantes da empresa foram muito transparentes em relação à atual situação.

- A diretoria do Brasfels nos explicou, com muita responsabilidade, o momento delicado pelo qual passa a empresa, devido à dívida de mais de 2 bilhões de dólares da Sete Brasil e a crise pela qual atravessa a Petrobras. Eles nos disseram que por mais de um ano, com recursos próprios, conseguiram segurar o processo demissionário, o que, neste momento, tornou-se inevitável -, informou Marco Aurélio.

O presidente do Legislativo lembrou que, durante o último ano, houve várias agendas em Brasília, com o Ministro de Minas e Energia, na sede da Petrobras e no próprio Estaleiro para evitar que a crise da indústria naval afetasse os trabalhadores do município.

- Acompanhei cada passo nesta tentativa de negociação para quitação das dívidas da Sete Brasil para com o Brasfels. A empresa foi muito clara ao afirmar que não gostaria de estar demitindo, mas nosso país está enfrentando uma crise financeira muito séria que comprometeu o setor naval. Quanto a possibilidade de novas demissões, só a diretoria do Estaleiro poderá definir. A boa notícia é de que os trabalhadores demitidos terão o direito de voltar, pois não tiveram suas fichas sujas -, anunciou o vereador, parabenizando o engajamento do Sindicato dos Metalúrgicos nesta luta.

Marco Aurélio avalia que, embora o momento seja conturbado, exige paciência e maturidade.

- Sabemos que a demissão destes trabalhadores surtirá um efeito cascata em toda a economia de nossa cidade. Por isso, temos que unir forças e buscar soluções para o problema, de forma consciente e madura -, avaliou Marco Aurélio, anunciando que, na próxima semana, está agendada uma reunião em Brasília, com representantes do Governo Federal, a fim de sensibilizar as autoridades sobre a importância da manutenção do polo naval de Angra dos Reis. 

 

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.