Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / Notícias / CÂMARA PROMOVE AUDIÊNCIA SOBRE SEGURANÇA

CÂMARA PROMOVE AUDIÊNCIA SOBRE SEGURANÇA

por 5967 — última modificação 14/12/2015 10h32

Devido a crescente onda de insegurança que assola a população de Angra dos Reis, a Câmara Municipal promoveu, na última sexta-feira (11), no Plenário Presidente Benedito Adelino, um grande debate sobre Segurança Pública.

A Audiência, proposta pelo vereador Eduardo Godinho, reuniu representantes de associações de moradores, famílias vítimas da violência, comerciantes, Pastoral da Juventude, Conselho Municipal da Juventude e Igualdade Racial, Comissão de Segurança da Alerj, Comando do 33º Batalhão de Polícia Militar (BPM), representantes da Polícia Civil, membros do Governo municipal e os vereadores Helinho, Jorge Eduardo Mascote, José Antônio, Jairo Magno e Thimoteo Cavalcanti, que durante quase seis horas se debruçaram sobre o tema, propondo soluções e cobrando ações dos órgãos competentes.

- Esta Casa não poderia deixar de debater este tema que tem preocupado os moradores da nossa cidade, que possui cerca de 190 mil habitantes e, nos últimos anos, tem sofrido com uma violência assustadora. A cada semana, ao abrirmos os jornais, nos deparamos com notícias que não gostaríamos que fosse a nossa realidade -, disse o vereador Eduardo Godinho.

Representando a Polícia Militar, o Comandante do 33º BPM, tenente-coronel Paulo Roberto das Neves, que está na função há pouco mais de um ano, apresentou números preocupantes.

- Por dia, temos apenas 44 policiais para cobrir toda Angra dos Reis. Destes, 9 são cedidos ao fórum. Ou seja, temos apenas 35 homens. Mas a gente não tá aqui para apontar dedo para os culpados. Queremos minimizar os impactos da violência. Porém, temos que ter consciência de que todos nós temos parcela de responsabilidade -, disse o comandante.

A deputada estadual Delegada Martha Rocha, que preside a Comissão de Segurança da Alerj e foi Chefe da Polícia Civil do Estado, ouviu atentamente as explanações e se colocou à disposição do município.

- Angra pode ter certeza de que eu vou usar a força da Tribuna da Alerj para ajudar a cidade. Vim aqui para ouvir e, através da Comissão de Segurança do Estado, ajudar a construir uma cidade cada vez mais linda e segura -, afirmou.

            O deputado Zaqueu Teixeira, que também chefiou a Polícia Civil do Estado, apresentou uma proposta: buscar uma agenda com o Governador Luiz Fernando Pezão para apresentar essa realidade de Angra.

- Este debate proposto pelo vereador Eduardo Godinho é muito oportuno. A Comissão de Segurança da Alerj vai se unir a este parlamento para buscar um encontro com o Governador. Temos que encontrar soluções para a insegurança que assola esta população -, afirmou.

Quem também apresentou um caminho foi o Diretor do 5º Departamento de Policiamento de Área, Delegado Francisco Benitez, que por 13 anos esteve à frente da 166ª DP.

- Creio que um Conselho Comunitário de Segurança possa ser instituído em Angra dos Reis, a fim de criar um espaço onde todos possam pensar estratégias de enfrentamento dos problemas de segurança pública. Nós estamos na delegacia para orientar como este Conselho pode ser criado -, disse Benitez.

O vereador Eduardo Godinho finalizou a Audiência afirmando que ficou claro a ausência do Estado na segurança do município.

- Precisamos agendar, o quanto antes, esta reunião com o Governador Pezão e cobrar a presença do Estado aqui, dando soluções para esta onda de insegurança que tem preocupado a todos e atingido em cheio os nossos jovens, colaborando com o extermínio da juventude negra -, finalizou o parlamentar.

Também participaram da Audiência Pública o Coordenado do GGIM e Subsecretário de Segurança, Alexandre Klippel; o Secretário de Governo, Robson Marques e demais secretários municipais, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, Valter Ornellas e o Delegado Adjunto da 166ª DP, Márcio Teixeira de Melo.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.